Congresso Internacional «A Reforma Teresiana em Portugal»

Os Carmelitas Descalços vão realizar entre os dias 20 a 22 de Outubro, em Fátima, um Congresso sobre a História da Ordem dos Carmelitas Descalços em Portugal. Animados pela herança que os filhos e filhas de Santa Teresa de Jesus, sua fundadora, e de quem estão a celebrar 500 anos do seu nascimento, acharam oportuno lançar uma iniciativa deste género a fim de investigarmos as marcas profundas que esta Ordem deixou na reforma da Igreja, na teologia e na espiritualidade, nas missões e no ensino, no campo da cultura e das artes, ainda visíveis em tantos conventos masculinos ou femininos que enriquecem o património religioso do nosso país.

Esta memória do passado precisa de ser reavivada no presente para nos ajudar a abrir novos horizontes para o futuro. A realização deste Congresso sobre a História da Reforma Teresiana em Portugal vai ser uma excelente oportunidade para desbravar preciosos tesouros do contributo que a Ordem dos Carmelitas Descalços realizou e continua a realizar em Portugal.

Este Congresso conta com a participação de alguns conceituados historiadores, com trabalhos reconhecidos sobre o tema. Além destes conferencistas, há 22 comunicações que foram previamente selecionadas pela Comissão Científica deste Congresso.

Este Congresso Internacional irá ter lugar na Domus Carmeli, em Fátima, nos dias 22, 23 e 24 de Outubro de 2015. As inscrições encontram-se abertas.

Pode consultar mais informação e inscrever-se em www.historia.carmelitas.pt

PROGRAMA:

22 OUTUBRO | 5ª FEIRA

09h 30 – Acolhimento e secretariado

10h 15 – Sessão de abertura

10h 30 – Evolução do Carisma Teresiano – Pe. Jeremias Vechina (OCD)

11h 00 – Pausa para café

1º PAINEL | O CARISMA TERESIANO
Moderador: Pe. ARMINDO VAZ (OCD)

11h 30 – «Espelhos» de Santa Teresa de Jesus. A escrita, a tradução e a leitura das «Vidas» teresianas em Portugal (séculos XVII-XVIII) – Paula Almeida Mendes (FLUP/CITCEM)

11h 50 – De amor e de dor: uma análise teo-fenomenológica da experiência mística de Santa Teresa e seus ensinamentos para a Cristandade contemporânea – José Filipe Silva (FLUP)

12h 10 – As discípulas portuguesas de Teresa: misticismo e feminismo no séc. XVII – Joana Serrado (U. Oxford)

12h 30 – Debate

13h 00 – Almoço

14h 30 – Documentário “A Ordem dos Carmelitas Descalços: presença e continuidade em Portugal”

15h 15 – História Institucional da Ordem – Pe. Luis Frontela (OCD)

2º PAINEL | HISTORIA INSTITUCIONAL
Moderadora: NAIR CASTRO SOARES (U. de Coimbra)

15h 45 – A Ordem dos Carmelitas Descalços: moldagem à realidade portuguesa – Carlos Margaça Veiga (FLUL/Academia Portuguesa da História)

16h 05 – A comunidade do Convento dos Cardais de Lisboa: estudo prosopográfico – Leonor Calvão Borges (DILP–Assembleia da República), Maria de Lurdes Calvão Borges (Academia Portuguesa da História)

16h 25 – Carmelitas e Teresianas em Portugal entre a Monarquia e a República – Artur Villares (CEIMOM–ISLA Gaia)

16h 45 – Debate

17h 00 – Pausa para café

3º PAINEL | ARTE E PATRIMÓNIO I (ARQUITETURA)
Moderador: VIRGOLINO JORGE (U. de Évora)

17h 30 – Convento de Santa Teresa de Ávila em Salvador – inserção, tipomorfologia e património – Solange Araújo (U. Federal da Bahia/Instituto dos Arquitetos do Brasil–BA)

17h 50 – Uma arquitectura para a oração: os claustros dos conventos dos Carmelitas Descalços em Portugal (séculos XVI-XVII) – Miguel Portela (Investigador Independente)

18h 10 – O arquitecto João Nunes Tinoco (c. 1616-1690) e a sua actividade junto dos Carmelitas Descalços – Teresa de Campos Coelho (arquiteta, historiadora de arte)

18h 30 – Hidráulica de Conventos Carmelitas Descalços em Évora – Convento de Nossa Senhora dos Remédios e Convento de São José da Esperança – Maria do Céu Tereno e Marízia Pereira (U. de Évora), António Tereno (historiador)

18h 50 – Debate

19h 10 – Apresentação da Emissão Filatélica de Santa Teresa de Jesus, com carimbo evocativo do Congresso

20h 00 – Jantar

23 OUTUBRO | 6ª FEIRA

08h 00 – Missa no Carmelo de S. José

09h 00 – Pequeno-almoço

10h 30 – O pintor Pedro Nunes e o retábulo da Igreja de N.ª Sr.ª dos Remédios de Évora (1618-1620) – Vitor Serrão (IHA/FLUL)

11h 00 – Pausa para café

4º PAINEL | ARTE E PATRIMÓNIO II (AZULEJARIA)
Moderador: JOSÉ MECO (U. de Lisboa)

11h 30 – O frontal de altar carmelita no contexto da azulejaria portuguesa do séc. XVII – João Pedro Monteiro (Museu Nacional do Azulejo)

11h 50 – Análise de pastas cerâmicas e vidradas dos azulejos do frontal de altar do Convento de Nossa Senhora dos Remédios de Évora – Celso Mangucci, Cátia Relvas, Margarida Nunes, António Candeias, José Mirão e Teresa Ferreira (HERCULES–U. de Évora)

12h 10 – Santa Teresa de Jesus na Azulejaria Portuguesa – Lúcia Marinho (ARTIS–IHA/U. de Lisboa)

12h 30 – Debate

13h 00 – Almoço

14h 30 – Cultura e Ciência: formação integral e espiritualidade, um caminho de perfeição, no século XVI – Nair Castro Soares (U. de Coimbra)

5º PAINEL | CULTURA E CIÊNCIA
Moderador: CARLOS MARGAÇA VEIGA (Academia Portuguesa da História)

15h 00 – O Caminho de Perfeição, Évora, 1583, a primeira obra impressa de Teresa de Jesus. Estações de um caminho – João Alves Dias (U. Nova de Lisboa)

15h 20 – O Castelo Interior de Santa Teresa de Ávila e a Conferência das Aves de Attar: o modelo do caminho espiritual na Mística Sufi e Cristã – Natália Nunes (UNL–FCSH)

15h 40 – Boticas dos Carmelitas Descalços em Portugal – espécies vegetais e fitogeografia – Marízia Pereira e Maria do Céu Tereno (U. de Évora), António Tereno (historiador)

16h 00 – O Deserto do Buçaco: Paisagem do Sagrado – a herança dos Carmelitas Descalços – Filipe Gonçalves Teixeira (Fundação Mata do Buçaco)

16h 20 – Debate

16h 40 – Pausa para café

17h 00 – Apresentação do Livro Retábulos da Ordem dos Carmelitas Descalços da autoria de Francisco Lameira, José João Loureiro e José Carlos Vechina (OCD) – pelo Prof. Doutor Vitor Serrão (IHA/FLUL)

17h 45 – Visita guiada ao Convento dos Carmelitas Descalços de Fátima

18h 30 – Vésperas no Carmelo de S. José

19h 00 – Visita guiada à capela do Carmelo de S. José

20h 00 – Jantar

24 OUTUBRO | SÁBADO

08h 00 – Missa no Carmelo de S. José

09h 00 – Pequeno-almoço

10h 30 – Missioni, istituzioni e culture. Romanizzazione e internazionalizzazione della Chiesa cattolica in età contemporanea – Gianpaolo Romanato (Pontifício Comité de Estudos Históricos/U. de Pádua)

11h 00 – Pausa para café

6º PAINEL | MISSIONAÇÃO
Moderador: Pe. DANIEL JORGE SACHIPANGUE (OCD)

11h 30 – As Chaves e a Espada: a missão nas relações diplomáticas entre o Reino do Congo e a Santa Sé (1583-1607) – Nuno Falcão (CEAUP/FLUP–FCT)

11h 50 – A Política da Coroa Portuguesa e do Império do Brasil para as Ordens Religiosas em Terras Brasileiras: primeiras considerações sobre a expulsão dos Carmelitas Descalços de Salvador (1750-1839) – Sandra Molina (U. de Ribeirão Preto)

12h 10 – D. Fr. Luís de Santa Teresa: de modelo de religioso jacobeu às vicissitudes de um reformador rigorista em Olinda (Pernambuco) – Maria Helena Queirós (CITCEM–U. do Porto)

12h 30 – Debate

13h 00 – Almoço

7º PAINEL | ARTE E PATRIMÓNIO III (ICONOGRAFIA)
Moderador: PEDRO FLOR (UAb / IHA-FCSH/NOVA)

14h 30 – A Visão e a Imagem: Santa Teresa de Ávila e Josefa de Ayalla – Joaquim Oliveira Caetano (Museu Nacional de Arte Antiga)

14h 50 – Iconografias de Santa Teresa de Ávila como Esposa Mística – Isabel Bastos (FLUP)

15h 10 – Representação iconográfica de Santa Teresa d`Ávila no contexto das Minas dos séculos XVIII a XIX, no Brasil – Adalgisa Arantes Campos (U. Federal de Minas Gerais)

15h 30 – Debate

16h 00 – Restauração da Província e atualidade: portas abertas para outras linhas de investigação – Pe. Joaquim Teixeira (Provincial da Ordem dos Carmelitas Descalços em Portugal)

16h 30 – Sessão de encerramento

A Domus Carmeli terá alojamento e/ou refeições disponíveis para os participantes do Congresso, mediante reserva, até ao limite de disponibilidade da Casa.

Translate »